Skip to main content
São Paulo SP | Sandler Training
 

Esse website usa cookies para oferecer à você uma melhor experiência de navegação no seu browser. Você pode aprender mais clicando aqui.

Você está evitando uma tarefa (ligar para um grupo específico de possíveis clientes, escrever um artigo ou dar palestras em alguma empresa) simplesmente porque você não se considera um expert nesse assunto em particular?

Talvez a complexidade do processo de aprendizado ou a quantidade de tempo que levaria para você ser um expert te desencorajou de fazer qualquer tentativa.

Eu tenho mesmo que ser um expert?

Você é um motorista capaz de pegar um carro de formula 1 em um circuito de 14 voltas a mais de 360 Km/h sem destruir o carro...ou você mesmo? Provavelmente não. Mas aposto que você pode dirigir seu carro com competência, para ir aonde você precisar ir.

Você é um chef capaz de fazer um prato para 14 convidados com apenas 3 horas de prazo?

De novo, eu duvido.

Entretanto, aposto que você pode temperar uma salada, fritar alguns bifes, assar algumas batatas, ou cozinhas alguns legumes com competência suficiente para satisfazer sua família (está bom, talvez eu tenha exagerado, mas acho que você entendeu a idéia).

O mesmo se aplica para o discurso, o artigo, e prospectar. Você não precisa ser um expert; você apenas tem que ser competente - em alguns casos, apenas um pouco competente. Mas você nunca será competente sem ao menos tentar.

Se você vem colocando de lado escrever aquele artigo ou adiando uma apresentação ou desenvolvendo aquela estratégia de vendas, pare de procrastinar e apenas comece.

Peça a um amigo para rever seu trabalho e fazer sugestões. Com um pequeno esforço ele irá aparecer.

Ninguém começa sendo um expert; eles primeiro precisam desenvolver a competência. E, ninguém desenvolve competência sem primeiro começar.

Então, o que você está esperando?

Tags: 
Compartilhe este artigo: