Skip to main content
São Paulo SP | Sandler Training
 

Este website utiliza cookies para oferecer à você uma melhor experiência de navegação no seu browser.

Saiba mais clicando aqui

Segunda de manhã você olha o calendário da semana e lá está ele, circulado com um grande círculo vermelho - um lembrete de que seu plano de expansão territorial deve estar na mesa do gerente de vendas até sexta-feira de manhã.

Você já fez bastante do trabalho preliminar, mas ainda precisa contatar uns doze clientes, compilar alguns números e preparar uma análise de planilha.

Seria lógico terminar o projeto logo e não ter que se preocupar com ele pelo resto da semana. Mas as segundas-feiras são especialmente agitadas.

Você tem todos os e-mails do fim de semana para ler e responder, assim como diversas mensagens na secretária eletrônica para ouvir e retornar.

Além disso, você tem dois negócios pendentes para tratar - negócios que você espera fechar a qualquer momento - e precisa garantir que eles não escorreguem pelas suas mãos.

Sem dúvida, há muitas distrações para você voltar toda sua atenção para terminar o plano territorial. A lógica sugere que amanhã é um dia melhor para isso.

O que acontece quando chega terça-feira? Terças não são imunes a ligações e e-mails. E você está ocupado com outras coisas.

Um dos negócios que você esperava fechar na segunda de fato foi fechado. E para garantir que a implementação da venda corra bem, você tem uma série de atividades subsequentes para cumprir.

E a outra venda que você esperava fechar... também é necessário ficar de olho nela. Parece que há tantas distrações na terça quanto havia na segunda.

Talvez quarta seja um dia melhor para terminar o plano territorial.

Sabemos onde isso vai parar, certo? Sem que perceba já é quinta e você ainda não terminou o plano.

Quinta é melhor do que uma segunda, terça ou quarta-feira para terminá-lo?

Não. Na verdade é pior porque há mais pressão, já que você tem menos tempo do que teria no começo da semana.

Sem contar que você está frustrado e irritado consigo mesmo por deixar a tarefa para a última hora.

A decisão de adiar o término do plano territorial de segunda para terça e de terça para quarta foi baseada na percepção de que cada dia subsequente seria menos movimentado, permitindo que você desse toda a atenção para o plano - uma estratégia que, segundo a lógica, faria com que seu trabalho fosse mais produtivo.

Mas seria mesmo lógica, ou uma procrastinação disfarçada por uma percepção conveniente?

O modo como você percebe as coisas ao seu redor afeta diretamente as atividades nas quais decide se envolver, que por sua vez, influencia sua produtividade.

Quando estiver decidindo onde investir seu tempo e energia, assegure-se de que sua percepção da situação mostre as coisas como elas realmente são... e não as distorça para justificar determinada atitude que seria considerada mais desejável no momento, mas que prejudicaria sua produtividade a longo prazo.

Fale com a gente! 

 

Tags: 
Compartilhe este artigo: