Skip to main content
São Paulo SP | Sandler Training
 

Este website utiliza cookies para oferecer à você uma melhor experiência de navegação no seu browser.

Saiba mais clicando aqui

Ou será que é? 

Como você vê o meio copo de água do provérbio: metade cheio ou metade vazio? Independente da sua perspectiva, você ainda tem meio copo de água. Se você estiver morrendo de sede, aquele meio copo de água terá o mesmo impacto na sua condição, independente da sua perspectiva. Sua perspectiva simplesmente não importa. Ela não faz com que a água mate mais ou menos a sede. 

O que importa, no entanto, é o que você faz, ou deixa de fazer, por causa da sua perspectiva. Você pegaria o copo e beberia? Ou perderia tempo reclamando que só está cheio até a metade, e depois perderia mais tempo dando sua opinião sobre os benefícios de um copo cheio e sobre as limitações de um copo metade vazio? 

Você pode aproveitar a situação em que se encontra da melhor forma possível, usando os recursos que tiver a sua disposição, ou pode perder tempo reclamando enquanto espera que a situação melhore ou que mais recursos fiquem disponíveis. Apesar da estratégia da inércia funcionar às vezes (algumas vezes, a situação melhora sem que você interfira), ela é imprevisível; às vezes a situação pode piorar. 

No final das contas os resultados são mais influenciados pela ação do que pela perspectiva. Mas a questão é a seguinte: pessoas com perspectivas "metade-vazias" tipicamente têm crenças "metade-vazias".  

Ou seja, elas não conseguem imaginar resultados positivos ou sucessos. E o fato de não conseguirem imaginar resultados positivos diminui a motivação delas para tomar as atitudes necessárias - geralmente de forma significativa. Então, elas seguem o fluxo, sem esperar conseguir grandes realizações, e é isso mesmo o que acontece. 

Então, tendo uma perspectiva negativa, como você pode deixar de lado suas crenças limitantes, imaginar resultados mais promissores e então tomar as atitudes necessárias para chegar a esses resultados? 

Você não pode! 

Querer abandonar suas crenças atuais, adotar novas crenças cegamente para então executar uma série de ações baseadas nessas novas crenças é exigir demais de si mesmo. Não é algo realista.  

Você pode, no entanto, adotar uma postura mais flexível: temporariamente deixe de pensar que é impossível obter resultados positivos e se comprometa, de boa fé, a implementar as ações que levariam a esses resultados. Em outras palavras, você pode agir como se acreditasse em possibilidades maiores, mesmo que temporariamente. 

Temporariamente deixar de lado suas crenças limitantes e agir "como se" não vai garantir o seu sucesso. Mas será uma preparação para um processo por meio do qual é possível ter sucesso.  

Às vezes você terá sucesso rapidamente, às vezes demorará mais. Às vezes você chegará perto de ter sucesso, outras vezes pode ser que seus avanços sejam mínimos. Mas independente de até onde você chegar na jornada em busca de resultados, ou de quanto tempo levar para chegar lá, você certamente terá ido mais longe do que teria ido se seguisse suas crenças limitantes (temporariamente deixadas de lado).

Além disso, qualquer progresso - por menor que seja - contribui para a possibilidade de conseguir bons resultados, enfraquece suas crenças limitantes e dá motivação para continuar a jornada.

Quando estiver com sede, pode ser que um copo cheio de água seja o que você procura, mas dois copos pela metade certamente serão mais do que o suficiente.

 

 

 

Fale com a gente! 

 

Tags: 
Compartilhe este artigo: